fbpx
A linha de smartphones da Microsoft está a dar prejuízo elevado

Com o fim do primeiro trimestre de 2016 é hora das empresas de tecnologia começarem a mostrar os primeiros resultados do ano. Quem abriu este trimestre foi a Microsoft.

Os resultados apresentados pela empresa demostram uma boa saúde financeira, com excepção de uma área. O segmento móvel da Microsoft está em queda e a dar prejuízos elevados.

A apresentação dos primeiros resultados do ano de 2016 da Microsoft foram feitos há poucas horas e nele a empresa mostra que está a conseguir manter o crescimento que tem trazido há já algum tempo.

Ao todo foram mais de 20,5 mil milhões de dólares de receita e 3,8 mil milhões de dólares de lucros. Estes valores vieram de várias áreas, onde a Microsoft tem conseguido implantar-se com o sucesso que todos lhe reconhecem.

Os Lumia da Microsoft

Mas se a maioria das áreas estão em crescimento, é na área dos dispositivos móveis que a Microsoft tem a sua maior preocupação. Neste trimestre a linha Lumia teve uma quebra substancial nas vendas, com uma descida de 46% nas receitas.

Nos últimos três meses foram vendidos 2,3 milhões de Lumias, que é uma quebra de 73% numa comparação com o mesmo período do ano passado. Este é um padrão que se está a repetir, tendo o último trimestre mostrado uma quebra de 54%.

A linha Surface

Mas há áreas em que a Microsoft se está a sobrepor à concorrência e a crescer continuamente. A mais importante delas é a linha Surface, que tem agora no Surface Pro 4 e no Surface Book as melhores vendas.

O crescimento da Microsoft para este trimestre, com os Surface, foi de 1,1 mil milhões de dólares. Representa um aumento de 61% no acumulado anual. O mercado OEM acabou por cair 2%, o que superou a quebra geral do mercado de PCs.

Os restantes serviços da Microsoft

Para além estas duas áreas, a Microsoft tem também crescido no Office e nos serviços Cloud, onde teve melhorias na ordem dos 120%.

Com estes números fica claro que a aposta do novo CEO da Microsoft, Satya Nadella, foi a mais certa, ao focar a empresa nos serviços Cloud, não a expondo ao mercado dos PCs e dos smartphones.

Se tudo aparenta estar bem do lado da Microsoft, a fragilidade com que a sua vertente móvel se apresenta só pode preocupar a empresa. É urgente mudar a linha Lumia e trazer de volta os números de vendas de smartphones da Microsoft para valores positivos.

Subscrever
Notificar
guest
0 Comentários
Feeback
Ver todos os comentários

Solverwp- WordPress Theme and Plugin